página anterior
Hotéis à volta do Mundo
Kaya Mawa Lodge - Escondido no paraíso

A 12 quilómetros de Moçambique fica um dos lugares mais isolados e belos do mundo:
o Kaya Mawa Resort.
Contruído completamente
à mão e num estilo hippie,
é um verdadeiro paraíso
perdido na terra!

Por vezes, tropeçamos em locais que não imaginávamos que existissem, verdadeiramente deslumbrantes e inspiradores. O eco-resort Kaya Mawa é assim: perdido e isolado num dos mais belos lugares de África, situado na Ilha Likoma, no Malawi, aproximadamente a 12 quilómetros de Moçambique, a maior das duas ilhas da região norte do lago Niassa.

Com vistas fascinantes sobre as montanhas e o deserto de Moçambique, Likoma permanece quase intacta desde a sua descoberta pelos missionários escoceses no final do século XIX. Ela tornou-se a base para a Missão Anglicana UMCA Niassa, cuja Catedral de São Pedro foi erigida naquele local em 1903.

Entre as Planícies de árvores Baobá, na ponta sul da ilha, fica o eco-resort Kaya Mawa, com uma praia de areia fina rodeada por mangueiras, e com uma água cristalina invejável. Traduzido do Chewa, o dialecto local, Kaya Mawa significa “Talvez Amanhã”.

Construído todo à mão, este lodge incorpora luxo e simplicidade, sem perturbar a beleza natural que o envolve

Construído todo à mão, não foram utilizadas quaisquer tipos de maquinarias, em parceria com a comunidade local, este lodge incorpora luxo e simplicidade, sem perturbar a beleza natural que o envolve. O alojamento é composto por cerca de nove chalés exclusivos, possuindo ainda uma suite nupcial isolada e privada.

Cada um dos alojamentos possui quartos espaçosos com cama de dossel, um terraço privado com acesso ao mar e uma banheira de pedra submersa para os banhos ao ar livre. Na construção foi usado uma combinação de teca, mogno e materiais da zona, tornando cada casa casa única e original, sendo todas um tributo à habilidade e criatividade dos artesãos daquela zona.

Todas as casas são auto-sustentáveis, utilizando a água, o vento e a energia solar para manter os aparelhos em funcionamento.

O restaurante, situado no ponto mais alto do resort, permite quem os hóspedes desfrutem de uma vista magnífica. Durante o dia, a Mango Bar serve sumos e bebidas geladas para a comodidade das pessoas que estão na praia, onde os hóspedes podem relaxar no conforto de uma rede à sombra da mangueira.

Devido ao seu clima quente, águas cristalinas e temperaturas constantes, a Ilha de Likoma é uma excelente base para safaris de barco e desportos náuticos de todo tipo. Apesar de garantir que a paz e a tranquilidade do lago permaneça inalterada, Kaya Mawa dispõe de excelentes instalações para quem deseja praticar vela, windsurf e esqui aquático.

O resort organiza safaris de barco de dia e de noite para Moçambique e para as ilhas vizinhas desabitadas que são de fácil acesso. Podem-se fazer passeios também pelas aldeias, aproveitando para conhecer a famosa Catedral Anglicana e a sua população.

Guia do Viajante

ver mapa maior

portugal

contactos

Kaya Mawa
P.O. Box 79
Likoma Island
Malawi

Telefone: +265 999318359

E-mail: enquiries@kayamawa.com

como chegar

Voo para Lilongwe ( Malawi)
melhor opção:

De Lisboa para Accra : Duração do voo em média 2:25, poderá utilizar a cia áerea TAP
De Accra para Johannesburgo : Duração do voo em média 6:15, poderá utilizar a cia áerea South African
De Johannesburgo para Lilongwe : Duração do voo em média 3:55, poderá utilizar a cia áerea South African

Poderá fazer o mesmo percurso no regresso, com as mesmas médias de duração dos voos.


serviços

  • Bar e restaurante, onde pode deliciar-se com os seus pratos deliciosos ou uma bebida refrescante com uma vista fabulosa sobre o lago Niassa e apreciar o pôr-do-sol com os pés quase dentro do mar. As refeições podem ser servidas na praia, no deck ou no terraço.
    O bar da praia serve uma selecção de bebidas, predominantemente da África do Sul: vinhos, cocktails, refrescos, chás...
  • Internet via wireless, computadores, scanners, impressoras e telefone.
  • Actividades no mar: windsurf, vela, pesca, surf, caiaque, snorkelling, mergulho.
  • Actividades em terra: passeios em bicicleta de montanha e motas 4x4, e caminhadas de exploração para conhecer a região envolvente.

o que levar na mala

  • Fato de banho;
  • Chapéu;
  • Shorts;
  • Roupa prática e fresca;
  • T-Shirts;
  • Calças leves e confortáveis;
  • Sandálias, chinelos e ténis;
  • Artigos de toilette e medicamentos;
  • Livros e revistas;
  • Óculos de sol;
  • Protector solar;
  • Ipod;

 

informações

Moeda
Kwacha

Idioma
Chicheua e inglês

Documentos
Passaporte com validade mínima de 6 meses a contar da data de regresso; Os cidadãos da União Europeia não necessitam de visto.

Fuso horário
+ 2 horas

clima

Subtropical. Estação das chuvas: Novembro a Maio; Estação seca: Maio a Novembro. A temperatura oscila entre os 25ºC e os 37ºC, dependendo do mês do ano.

saúde

Recomenda-se a tomada de medidas preventivas contra a malária, cólera, febre-amarela, meningite, tuberculose. Caso viaje para o Lago Niassa, recomenda-se especial precaução dada a possibilidade de contrair Bilharzia (schistosomiasis), uma doença típica de águas paradas aparentemente frescas e límpidas, disseminada por um parasita que penetra na pele. Consulte o seu médico antes de viajar.

 

Texto: Virgínia Esteves(virginia.esteves@impala.pt) | Fotos: Fotos gentilmente cedidas por Kaya Mawa Lodge
edição 3 a próxima viagem