página anterior
página seguinte
Madeira: O paraíso aqui tão perto!
Mapa da Madeira

A Madeira tem um cenário de cortar a respiração, vegetação exuberante, espantosas paisagens montanhosas, as passagens incomparáveis da Levada, que cobrem grande parte da ilha, e uma população acolhedora. Além disso, oferece-lhe o mais maravilhoso e saudável clima que poderia desejar!

A ilha da Madeira é considerada um dos mais belos destinos de férias da Europa, onde milhares de turistas anseiam regressar todos os anos. Além do excelente clima durante os 12 meses e da riquíssima fauna e flora, também é um local onde praticamente não existe criminalidade, sendo um dos destinos de férias mais seguros do Mundo.

A recente reconstrução, a modernização e as diversas melhorias às infra estruturas enriqueceram imenso o alojamento e o transporte neste paraíso subtropical.

Apenas a 1h30m de avião, a partir de Lisboa, encontrará, no arquipélago da Madeira, um verdadeiro paraíso para retemperar energias e viver experiências únicas. Venha restabelecer se e leve a família para este arquipélago encantado, que mais não é do que uma fonte inesgotável de diversão! Seja por dois dias ou um fim de semana prolongado, a ilha da Madeira constitui um local único, aqui tão perto, onde a paisagem, a cultura, a gastronomia, os eventos, a vida nocturna, os parques e os jardins constituem os cenários ideais para uma descontracção e uma revitalização indispensáveis à manutenção de uma mente sã.

Também poderá aproveitar para se deslocar à ilha do Porto Santo, para umas miniférias de praia inesquecíveis, onde prevalecem a calma e a tranquilidade.

Ponta de São Lourenço

Espectaculares resorts de frente para o oceano, magníficos hotéis no campo e casas senhoriais abundam numa ilha onde pode encontrar todas as actividades de desporto e lazer disponíveis em qualquer destino de férias da moda… e muito mais!

Imagens da madeira

Um pouco de história

O arquipélago da Madeira, situado em pleno oceano Atlântico, a cerca de 1000 km de Portugal Continental, é composto pela Ilha da Madeira, pela ilha do Porto Santo, conhecida por Ilha Dourada, pelas três inabitáveis Ilhas Desertas e pela reserva natural das Ilhas Selvagens.

Este território terá sido, outrora, conhecido por Romanos e Fenícios, conquanto foi já em 1418 que a descoberta oficial do arquipélago teve lugar, primeiro com Porto Santo, pelos navegadores João Gonçalves Zarco e Tristão Vaz Teixeira, e, no ano seguinte, a Ilha da Madeira com João Gonçalves Zarco e Bartolomeu Perestrelo.

O plano inicial seria explorar ao pormenor a costa oeste de África, a mando do infante D. Henrique, contudo, devido às intempéries, os navegadores foram afastados da rota inicial, descobrindo aí a dourada ilha de Porto Santo. A ordem de colonização deste território foi dada prontamente e, século após século, tornaram o arquipélago num dos maiores pontos turísticos portugueses.

A Ilha da Madeira, apelidada de Pérola do Atlântico ou Jardim do Atlântico, com a capital no encantador Funchal, é já famosa pelo clima de excelentes temperaturas, onde parece ser sempre Primavera, a amena água do mar e a verdejante vegetação, fazendo dela um destino turístico de eleição durante todo o ano. A Floresta Laurissilva, classificada pela UNESCO como Património Mundial Natural, oferece paisagens sem igual, podendo se embarcar na aventura das “levadas”, antigos caminhos de água que facilitavam a irrigação de tão
acidentados terrenos, e que, hoje em dia,
constituem a melhor das formas de
conhecer este património natural e o
âmago da ilha da Madeira.

Diz se que a ilha e o arquipélago terão
recebido este topónimo devido à densa
floresta, que permitia a recolha de muita
madeira para as necessárias embarcações da expansão marítima portuguesa, por alturas dos Descobrimentos Portugueses, que deram “novos mundos ao mundo”.

Hoje em dia, a Madeira encontra se modernizada, com bons acessos, serviços de grande qualidade, a mais variada oferta hoteleira e turística, mantendo sempre o tradicional estilo de vida e o grande encanto de possuir, nos seus 728 quilómetros quadrados, montanha, mar, clima ameno, solos férteis e costumes e tradições sempre vivos e agraciados, como é exemplo o mundialmente famoso réveillon madeirense, que enche de vida a baía do Funchal, iluminando toda a ilha num mar de beleza, ou mesmo o divertido Bailinho da Madeira, numa profusão de cor e alegria típica do folclore madeirense.

Machico

Costa Oeste
Apresenta se como a costa com mais sol da ilha da Madeira, sendo, por isso, as suas praias muito procuradas por habitantes e visitantes. As localidades de Câmara de Lobos, Ribeira Brava, Ponta do Sol, Madalena do Mar, Calheta, Jardim do Mar e Paul do Mar apresentam excelentes condições de acesso ao mar.

Calheta e Pont do sol

Dividida em três costas

Costa Leste
Aqui encontrará zonas balneares nas localidades de Santa Cruz, Machico
e uma pequena praia natural de areia negra, no Caniçal.

Caniçal

Costa Norte
O litoral norte da Madeira é caracterizado por espectaculares paisagens verdejantes, que se debruçam sobre o mar de um azul profundo. Atendendo ao tipo de praias existentes na Madeira, que assentam em calhaus de pedra rolada de basalto, algumas localidades desenvolveram cómodas e funcionais infra estruturas para facilitar o acesso ao mar. Nesta costa ficam Porto Moniz, Seixal, São Vicente e Ponta Delgada, S. Jorge, Faial e Porto da Cruz.

Porto Moniz
Floresta Laurissilva

Foi reconhecida em 1999 como Património Mundial Natural da UNESCO. Esta floresta remonta ao Período Terciário da Terra e, nas últimas glaciações, viu a sua existência reduzida à área geográfica da Macaronésia, ou seja, Madeira, Açores, Canárias e Cabo Verde.

Compõe se de árvores como o til (ocotea foetens), o loureiro (laurus novo canariensis), o vinhático (persea indica), o folhado (clethra arbórea) e o pau branco (picconia excelsa), bem como de musgos e muitos outros arbustos, como as urzes (erica scoparia ssp maderensis e erica aborea), a uveira da serra (vaccinium padifolium) e o azevinho (ilex perado ssp perado). Entre as plantas herbáceas há a destacar as leitugas (sonchus pinnatus), o piorno (genista tenera), o goivo da serra (erysimum bicolor), a ameixieira de espinho (berberis maderensis) e a raríssima orquídea da serra (dactylorhiza foliosa), única no Mundo.

Ao nível da avifauna destacam se raras espécies, como o pombo trocaz (columba trocaz), espécie endémica exclusiva da ilha da Madeira, a freira da Madeira (pterodroma madeira), o francelho (falco tinnunculus canariensis), o tentilhão (fringila coelebs maderensis) e o bisbis (regulus ignicapillus maderensis).

Sendo considerada uma relíquia viva, a quase totalidade da sua área de ocorrência está incluída no Parque Natural da Madeira, com o estatuto máximo de Reserva Integral.

Aproveite a estadia para conhecer os museus que guardam alguns acontecimentos que compõem a História deste arquipélago. Destacamos os seguintes:

  • Madeira Story Center
  • Museu de Arte Contemporânea,
  • Museu de Arte Sacra,
  • Museu Henrique e Francisco Franco,
  • Casa Museu Frederico de Freitas,
  • Museu da Quinta das Cruzes,
  • Museu Municipal do Funchal (História Natural),
  • Photografia Museu Vicentes,
  • Museu do Vinho,
  • Museu da Madeira Wine,
  • Núcleo Museológico da Cidade do Açúcar,
  • Núcleo Museológico do IBTAM (Museu do Bordado),
  • Museu Casa da Luz,
  • Universos de Memórias – J. C. Abreu,
  • Museu Monte Palace,
  • Museu do Brinquedo,
  • Museu da Baleia,
  • Museu Etnográfico da Madeira,
  • Centro das Artes Casa das Mudas,
  • Casa Museu Dr. Horácio Bento de Gouveia.

A Madeira preserva, hoje, as belas quintas, outrora residências de príncipes e aristocratas, políticos e escritores que, pelo seu génio, se imortalizaram e que contribuíram para enriquecer ainda mais o património cultural da ilha. Na Madeira, a palavra quinta significa uma propriedade com alguma extensão de terreno, com casa de habitação de certa dimensão, rodeada de jardins e de árvores. As quintas são consideradas habitações de prestígio e a sua utilização como residências foi constante no século XIX.

Em algumas delas há terreno para cultivo, como plantas hortícolas, bananeiras e vinha. É também muito comum encontrar se um miradouro ou uma “casinha de prazer” nestas propriedades.

De entre as várias quintas existentes na região, destacamos algumas que se encontram localizadas no Concelho do Funchal: Quinta do Monte, Quinta Monte Palace, Quinta Vigia, Quinta do Bom Sucesso, Quinta do Palheiro Ferreiro, Quinta das Cruzes, Quinta da Palmeira, Quinta Magnólia, Quinta da Boa Vista e Quinta Jardins do Imperador.

Guia do Viajante

ver mapa maior

portugal

localização

O arquipélago da Madeira encontra-se situado no oceano Atlântico, distando 500 km da costa africana e 1000 km do continente europeu, ou seja a 1h30 minutos de voo a partir da cidade de Lisboa.

clima

A posição geográfica privilegiada e a orografia montanhosa conferem à ilha da Madeira uma espantosa amenidade climática, com temperaturas médias muito suaves e uma humidade moderada. As temperaturas oscilam entre os 25º, no Verão, e os 17º C, no Inverno.

A água do mar é igualmente muito temperada, por influência da corrente quente do Golfo, apresentando temperaturas médias, no Verão, de 22° C, e no Inverno, de 18º C.

razões para visitar

  • Clima ameno
  • Gastronomia típica: Filete de atum e de peixe-espada; espetada em pau de louro, carne em vinha d’alhos acompanhadas por bolo do caco e de milho frito.
  • Vida nocturna
  • Praias e piscinas naturais
  • Passeios e caminhadas
  • Panorâmicas inigualáveis, com paisagens de cortar a respiração

informações

Idioma
Português

Moeda
Euro

Fuso horário
A mesma hora do continente

Documentos
Bilhete de Identidade e/ou Cartão do Cidadão

Texto: Virgínia Esteves(virginia.esteves@impala.pt) | Fotos: Arquivo Impala e Flikr
edição 3 a próxima viagem